Sexta-feira, 1 de Junho de 2007
O ESPELHO

                    

 

Há muito não reconheço a mulher do espelho,ela tem olhos sem brilho e na boca não tem mais aquele belo sorriso...Tenho medo de conversar com ela ,do que ela pode me dizer,o silêncio é a nossa melhor relação.Não nego que ela tenta puxar conversa e vem com  histórias tristes pra contar, então eu me saio e ela me puxa pelo braço numa afronta.Me senta defronte a penteadeira e algo nela me faz ficar ali sentada,acho que no fundo eu quero salvá-la e tenho quase certeza que ela quer ser salva, mas no caminho eu me perco nos desencontros e nos caminhos tortos que há em mim.Eu não sou heróina. Boa sorte se alguém quiser tentar. Saio correndo antes que ela possa me segurar de novo ela não entende, não há nada mais pra se pensar,é melhor não mexer ,deixar do jeito que está...Será?

Há muito venho brigando com a mulher do espelho e mesmo com todas as vantagens eu acabo sempre perdendo a guerra...Ela sabe e só ela sabe as lágrimas que não chorei,os risos que eu não ri,dos gostos que não provei,dos abraços que não dei,das decisões que não tomei,dos lugares que não visitei,dos sonhos que não sonhei...

Há muito a mulher do espelho me persegue, há muito a mulher do espelho me copia e é  tão perfeita que as vezes eu chego quase a pensar que sou eu...


música: Onze Minutos(Paulo Coelho)

DEVANEIOS Lili às 18:32
| E vc, o que me conta? | favorito

.EU PARTICIPO
.PROCURA AQUI
 
.FOI PARA O BAÚ

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

.DÊ UMA ESPIADINHA
.subscrever feeds